10 dicas fáceis para comer mais saudável + Dica Lineshake

Rate this post

Propomos-lhe uma coisa: não faça zapping com os anúncios. Olhe para eles. Você verá que a maioria de locais de alimentação vendem comida rápida, rica e disponível em qualquer momento. Com sintonías de fundo que não se faz de cabeça o dia todo, tentam vendê-lo alimentos nutritivos e saudáveis, além de baratos, que escondem toneladas de açúcar e sal, entre outros ingredientes.


Tambem falarei sobre o LineShake, um poderoso suplemento 100% natural.


E é que, hoje, cozinhar é quase sinônimo de aquecer, não elaborar um prato, um costume que está alterando nossos hábitos e a nossa saúde. Para o mal. Pois uma má alimentação pode matá-lo, o mesmo que a falta de comida. A única diferença é que leva mais tempo. Se aproxima furtivamente em forma de obesidade, câncer ou doenças cardiovasculares. Para não falar dos efeitos negativos sobre o meio ambiente.


É um problema mais complexo do que parece, mas, tem uma solução: tu. Fazendo pequenas mudanças em sua dieta, não só você pode melhorar a sua saúde, mas também contribuir para a reconstrução de um sistema alimentar mais saudável e justo para o mundo inteiro. Como participar? Comece hoje com o LineShake!


1. Você decide
Cozinha sempre que puder, porque quando é você quem determina a quantidade e a classe de sal, açúcar e gorduras que você colocar em suas refeições, és tu quem controla a sua saúde e seu peso. Em troca, se você não cozinha o que consumimos, o controle de seu corpo e o levam outros. E uma coisa é certa: nunca ninguém te conhece e te cuidará melhor do que você mesmo.


2.Com selo de qualidade
Os programas internacionais de certificação, como o Fair Trade, Rainforest Alliance Marine Stewardship Council garantem que os alimentos foram produzidos e cultivados de maneira sustentável e que reduzem o impacto de práticas como o uso de produtos químicos.


3.Pratique o boca-a-boca
A aposta nas novas gerações o verde é cada vez maior. As crianças, na escola, jogam em pátios com jardins e os millennials ensinam a seus pais para desfrutar de couve e hambúrgueres vegetarianos. Inscreva-se você também a essa nova filosofia e da próxima vez que você tiver convidados, sírveles uma burger biológica, com pão integral e legumes de produção local. Descobrirão que mudar para melhor o sistema alimentar é, além disso, delicioso.


4. Crie a sua horta urbana
Pode ser que não tenha um espaço amplo para cultivar na cidade, mas a certeza de que dispõe de um vaso. Deixa-a no peitoril da janela ou um canto da varanda, e faça crescer nela plantas aromáticas com as quais rechear seus pratos. Com um pouco mais de terra pode atreverte com tomates cherry ou alfaces. Junte-se a esta revolução eco e você vai ver como seus amigos logo se aprontam em suas fileiras. Em pouco tempo você poderá trocar produtos. Plantar lineshake nao tem como, mas voce pode comprar, ne?


5. Detecta o milho escondido… E remova-o!
Entre os ingredientes que contêm encontram-se a dextrose, os adoçantes derivados do milho e da carne, do leite e dos produtos lácteos provenientes de animais alimentados com milho. Se destierras esta comida de sua cozinha, pode ser que os fabricantes se sintam compelidos a buscar alternativas mais saudáveis. Além disso, é uma boa maneira de eliminar o fast food de sua vida e fazer um oco alimentos integrais e naturais.


6. Compra sem sair do bairro
A diversidade de nosso país permite a produção de carne, leite, legumes, frutas e muitos tipos de cereais. Consumir produtos locais não serve apenas para reduzir a emissão de gases poluentes em longos transportes, também gera ocupação local e garante a frescura e a segurança dos alimentos porque são produzidas perto de casa. Procura produtos de “km 0”.


7. Alimentos (pouco) processados
Quanto mais longe está um alimento em seu estado natural, menos nutrientes preservado. Não há falta que você faça tudo com matérias-primas, mas procure produtos que não são muito manipulados e que tenham uma pequena lista de ingredientes (daqueles que você pode pronunciar). Vamos, que o pão deve conter farinha, fermento e sal, não diglicéridos ou propionato de cálcio


8. Menos, mas melhor
Você sabe que tamanho deve ter um prato de carne saudável? A porção que caiba na palma de sua mão. Sendo assim, você pode cometer um filé de carne biológica em vez de carne industrial (mais barato, mas menos saudável). Em Espanha, um em cada seis adultos é obeso, mas, além disso, despilfarramos mais alimento do que nunca, porque pedimos porções enormes que acabam em nossa cintura ou no lixo. Baixa quilos e economize com pratos mais pequenos, mas de maior qualidade.


9. Você está segura de que comer de forma saudável é mais caro?
Mude o chip! E considera as horas das refeições, como um investimento em sua saúde física e mental. Aposta por gastar um pouco mais (ou não) em alimentos de melhor qualidade e menos processada, e, a longo prazo, você vai economizar nas contas de médicos, nutricionistas, medicamentos… e também em roupas XXL


10. Faça do Fast Food ao Slow Food
Freqüentar os restaurantes de comida rápida, duas vezes por semana aumenta em um chocante 56% o risco de contrair uma doença cardíaca coronariana. Quer uma solução? Entra na cozinha e um dia por semana, prepara um carregamento de slow food, como uma fonte de legumes ao forno, um ensopado de legumes, caldo de legumes… deste modo, o frigorífico sempre estará cheia de opções saudáveis para escolher quando sua apertada agenda de se tentar a visitar o take away mais próximo. A alimentação saudável não tem que ser difícil.


11: Tome um Suplemento Emagrecedor Natural


Se voce pretende de fato emagrecer e perder peso de forma saudável, eu aconselho você a tomar algum suplemento. Neste caso, atualmente venho usando um produto que se chama Lineshake, poderoso shake detox emagrecedor.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *