5 exercícios para ativar seu chi

Os seres humanos somos uma “carga energética” ligada a um campo maior, o que alguns chamam de Campo de Ponto Zero, do que se adquire a consciência, mediante a ativação do chi.

Da mesma forma que os efeitos da meditação estão sendo objeto de estudos científicos, as técnicas energéticas que tornam possível a conexão com este campo já despertou o interesse de alguns pesquisadores.

Estamos Todos ligados ao campo de energia

Eric Pearl, doutor em quiropraxis e criador de Reconnective Healing, crie há que compreender as novas terapias não só em termos de energia, mas também de freqüência e vibração. A sua colaboração com o psicólogo Gary E. Schwartz, diretor do Laboratory for Advances in Consciousness and Health (Departamento de Psicologia da Universidade de Arizona), tem dado resultados interessantes, pois sugere que funcionam como um sinal eletromagnético.

Em seus experimentos com plantas, Schwartz foi possível verificar que uma folha arrancada a planta morre definitivamente os 7-10 dias; se lhe aplicam técnicas de chikung, sua duração é muito maior, e com Reconnective Healing as folhas são mantidas vivas por até 90 dias.

Terapias naturais

Uma força cósmica organizadora

Uma interpretação do efeito benéfico destas técnicas é que, na verdade, o que fazem é ligar o campo energético do indivíduo com as frequências de um campo maior, que poderia muito bem ser o que alguns cientistas chamam de Campo de Ponto Zero. A jornalista Lynne McTaggart o define como “uma força central organizadora que governa nossos corpos e o resto do cosmos”.

Esta visão sugere que, mais do que um simples conjunto de carne e ossos ou um conjunto de reações bioquímicas, os seres humanos são “uma carga energética” unida a esse campo maior subjacente (como uma grande “rede”, com a qual todos estamos conectados, já que o vazio não existe).

Bioelectrografía

A ativação do chi nos permitiria ter consciência dessa conexão. “O campo –como disse o grande físico Albert Einstein resumida em uma ocasião–, é a única realidade”, lembra Lynne McTaggart, em seu livro O Campo (Editorial Sírio). E talvez esta seja uma “verdade” que é mais fácil de “login” com essas técnicas, que expandem a consciência.

5 exercícios para ativar seu chi

A energia cada vez será mais forte e concentrada, se praticar diariamente esses exercícios, mesmo que seja só por cinco minutos. Concentre-se no que sente nas mãos.

  • O círculo: coloque as mãos em paralelo, com as palmas enfrentadas, a cerca de 20 cm e com os dedos ligeiramente separados. Deixe uma mão fixa e move muito devagar, e a outra em círculos. Teste, em seguida, com a outra mão.
  • O relógio: coloque a palma de uma mão, olhando para o teto, com os dedos separados. Sobre ela, a cerca de 20 cm, coloca a outra mão e vira-se do avesso no sentido de um relógio. Teste em outro sentido e com a outra mão.
  • O círculo pegajoso: volta ao círculo, deixando uma palma fixa e faça círculos lentos com a outra. Pare o movimento e estica para fora 1 ou 2 cm, como se tivesse chiclete entre as mãos e gostaria de tirar uma delas.
  • O chi sobre o corpo: uma vez que você tenha sentido a energia entre as mãos (como um imã), projeta uma palma sobre o rosto, faça dois círculos e separa a palma de cara com lentidão. Você vai notar que algo de rosto se descola ela.
  • Faça a outra pessoa: faça círculos sobre qualquer área do seu corpo. Você vai perceber os limites de seu campo de energia quando sentir com as mãos uma sutilísima oposión a tua mão, vários centímetros acima de seu corpo.
5 exercícios para ativar seu chi
Rate this post